Atualizado em 01.07.2013

Ambiente | Mudanças climáticas

A Fibria é uma empresa atenta aos riscos que as mudanças no clima podem representar, não apenas para sobrevivência de negócios florestais, mas também para a manutenção de todos os recursos naturais que sustentam a vida no planeta.

Estudos apontam a emissão de gases de efeito estufa originária das atividades humanas como uma das principais causas das recentes mudanças climáticas, que incluem mudança no regime das chuvas; capacidade de criar ou agravar secas e inundações; aumento da temperatura dos oceanos; alteração ou destruição de habitats e consequente eliminação de espécies; e alterações no crescimento das árvores, o que afeta a produção de madeira.

Diante dessas ameaças, a Fibria vem estruturando seu programa de redução dos impactos das mudanças climáticas por meio de ações que englobam todo o ciclo de vida do produto, desde os fornecedores até os clientes. A Empresa espera sensibilizar seus parceiros para o tema e conquistar resultados positivos para o meio ambiente.

As principais emissões da cadeia produtiva são mapeadas nas etapas florestais, industriais e logísticas, e todas as fontes de emissões estão listadas e contabilizadas de acordo com a metodologia do GHG Protocol, do World Business Council for Sustainable Development (WBCSD) e World Resources Institute (WRI).

Para garantir transparência e credibilidade das informações, além de contribuir para as discussões sobre o tema, a empresa divulga os resultados de seus estudos e operações, submetidos regularmente a verificação externa por terceira parte.

Os resultados encontram-se em nosso Relatório de Sustentabilidade. Conheça nossos compromissos relativos ao tema: Carta Aberta a COP15, The Durban Communiqué e Carta de Compromissos Rio+20 da Rede Brasileira do Pacto Global.