Estratégia – Fibria
Sustentabilidade

Estratégia

Na Fibria, sustentabilidade é um conceito transversal que permeia todas as operações envolvidas na produção e na comercialização de celulose, de ponta a ponta. Dos viveiros de mudas de eucalipto à entrega final aos clientes, é um requisito que, muito mais que apenas inspirar a conduta da companhia nas questões socioambientais, constitui um fator de crescimento e de criação de valor. E isso impulsiona sua competitividade. A sustentabilidade desempenha, assim, um papel central na estratégia de negócio da empresa em sua busca contínua pela proteção de valor e pela geração de valor.

A Fibria cultiva o diálogo com todas as partes interessadas, sejam elas comunidades vizinhas e tradicionais, poder público, organizações do terceiro setor, parceiros de negócio, fornecedores e clientes. Seu objetivo é a busca do equilíbrio entre todos os interesses. A partir dessa premissa, o foco da empresa é trabalhar continuamente para reduzir os impactos de suas operações e equilibrar interesses de stakeholders, do ecossistema e da empresa, buscando parcerias para construir de forma conjunta soluções para seus desafios, sejam eles na esfera socioambiental ou de negócios.

Mantendo a conexão com o negócio, a empresa tem uma série de iniciativas e programas com foco ambiental, como restauração florestal e monitoramento hídrico; social como processos de engajamento e geração de renda com comunidades vizinhas; e econômico, como o trabalho feito com a cadeia de valor e a valoração de externalidades ambientais. Leia mais no Relatório Anual.

Além disso, a Fibria mantém suas operações dentro dos parâmetros exigidos pelas certificações mais reconhecidas, seja no âmbito florestal ou industrial. Acesse todas as certificações da empresa.

A Fibria também analisa a conexão entre sua estratégia e a contribuição de suas operações para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), por entender que o engajamento do setor privado é fundamental para acelerar o cumprimento da Agenda 2030, discutida na Assembleia da ONU. Clique aqui para saber mais a respeito da relação das iniciativas da Fibria com os ODS.

Outro ponto estratégico da sustentabilidade para a Fibria é ser parte atuante do debate das práticas e das grandes questões do setor florestal e de celulose. A empresa é signatária de uma série de compromissos nacionais e internacionais. Saiba mais clicando aqui.

Metas de longo prazo

Em linha com a estratégia de sustentabilidade do negócio, a Fibria definiu em 2011 metas de longo prazo que perpassam suas operações florestais e industriais e o impacto externo que elas trazem. Essas metas estão em sintonia com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, plano de ação das Nações Unidas para o bem-estar das pessoas e do planeta e a prosperidade de todos. O objetivo das metas de longo prazo é garantir a implementação da estratégia e da perenidade do negócio. Todo ano, em seu Relatório Anual, a empresa presta contas em relação aos resultados do período. Acompanhe a evolução das metas no Relatório Anual.

Objetivo: otimizar o uso dos recursos naturais

Meta: reduzir em um terço a área necessária para a plantação de eucalipto

Saiba mais

Como:

aumentando a produtividade de 10 toneladas de celulose por hectare-ano, em 2011, para 15 toneladas por hectare-ano, em 2025, por meio de:

  • Técnicas convencionais de melhoramento genético;
  • Melhoria da gestão florestal;
  • Aumento da produtividade industrial.

Benefícios:

  • Menor concentração fundiária;
  • Maior disponibilidade de terras para outros usos;
  • Aumento de competitividade e maior retorno aos acionistas.

Confira aqui.

Objetivo: contribuir para a mitigação do efeito estufa

Meta: duplicar a absorção de carbono na atmosfera

Saiba mais

Como:

aumentando o sequestro líquido de 5,5 milhões de tCO2e/ano, em 2011, para 11,1 milhões de tCO2e/ano, em 2025, por meio de:

  • Aumento das áreas florestais (plantios de eucalipto e áreas de conservação);
  • Restauração de áreas degradadas com espécies nativas.

Benefícios:

  • Redução da concentração na atmosfera de gases causadores de efeito estufa.

Confira aqui.

Objetivo: proteger a biodiversidade

Meta: promover a restauração ambiental em 40 mil hectares de áreas próprias até 2025

Saiba mais

Como:

  • Plantios de espécies florestais nativas;
  • Estímulo e condução da regeneração natural de espécies nativas;
  • Eliminação de fatores de degradação e espécies exóticas.

Benefícios:

  • Enriquecimento da fauna e flora, inclusive de espécies ameaçadas, nos biomas Mata Atlântica e Cerrado;
  • Ampliação dos serviços ambientais – sequestro de carbono e disponibilidade e qualidade da água, entre outros – de áreas cujas características originais foram alteradas em decorrência da atividade humana.

Confira aqui.

Objetivo: aumentar a ecoeficiência

Meta: reduzir em 91% a quantidade de resíduos sólidos industriais destinados a aterro

Saiba mais

Como:

reduzindo de 60 kg/tonelada de celulose, em 2011, para 5 kg/tonelada de celulose, em 2025, por meio de:

  • Diminuição da geração de resíduos nas fábricas;
  • Reutilização de resíduos no solo.

Benefícios:

  • Redução dos impactos e riscos causados por aterros industriais;
  • Aumento da ecoeficiência nos processos de produção da empresa;
  • Redução de custos com disposição de resíduos e substituição de insumos.

Confira aqui.

Objetivo: fortalecer a interação entre a empresa e a sociedade

Meta: 1 - atingir 80% de aprovação nas comunidades vizinhas

Saiba mais

Como:

elevando o índice de aprovação nas comunidades vizinhas de 50%, em 2011, para 80%, em 2025, por meio de:

  • Melhoria da qualidade do relacionamento com as comunidades;
  • Apoio a projetos de desenvolvimento local;
  • Inserção da comunidade na cadeia de valor da empresa.

Benefícios:

  • Convivência harmoniosa com as comunidades vizinhas;
  • Ambiente propício ao desenvolvimento local.

Confira aqui.

Objetivo: fortalecer a interação entre a empresa e a sociedade

Meta: 2 - ajudar as comunidades a tornar autossustentáveis 70% dos projetos de geração de renda apoiados por empresas

Saiba mais

Como:

evoluindo de 5% de projetos autossustentáveis, em 2011, para 70%, em 2025, por meio de:

  • Ampliação do modelo PDRT – Programa de Desenvolvimento Rural e Territorial;
  • Promoção de capacitação técnica e gerencial, por meio de consultorias e parcerias;
  • Atração de apoio de outros parceiros.

Benefícios:

  • Inclusão social das comunidades, reduzindo sua vulnerabilidade socioeconômica;
  • Protagonismo da comunidade em seu processo de desenvolvimento;
  • Aumento da qualificação gerencial e técnica dos membros das comunidades;
  • Autonomia das comunidades em relação ao setor privado ou ao público;
  • Estímulo à construção de capital social;
  • Redução dos conflitos e manutenção da boa convivência com comunidades vizinhas.

Confira aqui.

Objetivo: otimizar a gestão hídrica

Meta: estender esse avanço às frentes floresta, viveiro e indústria

Saiba mais

Como:

O consumo de recursos hídricos é um tema crítico em nosso negócio. Portanto, em 2017 a Fibria estabeleceu uma meta de longo prazo relacionada a água em suas operações na floresta, nos viveiros e na indústria.

Na floresta, o objetivo é realizar a gestão hídrica em microbacias da Fibria e disseminar conhecimento técnico sobre o tema para os nossos vizinhos em bacias críticas

Nos viveiros, o objetivo é reduzir em 17% o consumo específico de captação de água por muda produzida.

Na indústria, o objetivo é reduzir em 17% o consumo de captação de água por tonelada de celulose produzida.

Confira aqui.

Conheça mais sobre a Fibria

Sobre a Fibria

Sobre a Fibria

Ambiental

Ambiental

Social

Social

Você também pode se interessar por estes assuntos