Contatos das Assessorias de Imprensa

Fleishman HillardNacional
Andrea Donadio
Tel.: (11) 3185 9934
Daniele Camba
Tel.: (11) 3185 9939
Cel.: (11) 95500 5651
Célia Nogueira
Tel.: (11) 3185 9923
Cel.: (11) 98999 0069
Pauta 6 ComunicaçãoES e BA
Rogéria Gomes
Tel.: (27) 3235 6996
Performa ComunicaçãoInterior de SP
Luciana Navarro
Tel.: (67) 3522 9838
(12) 99679 8423
Fernanda Turco
Tel.: (12) 98158 4205
Performa ComunicaçãoMS
Luciana Navarro
Tel.: (67) 9803 7092
Laila Rebecca
Tel.: (12) 99679 8331
(67) 3522 9838
Fernanda Turco
Tel.: (12) 98158 4205

Atualizado em 23.11.2015

MídiaReleases

23 de novembro de 2015 - Guia Aves do Brasil apresenta 927 espécies encontradas nas áreas de Mata Atlântica da região Sudeste

Produzida com o apoio da Fibria, a publicação será lançada nesta segunda-feira

São Paulo, 23 de novembro de 2015. A Fibria, empresa brasileira de base florestal e líder mundial na produção de celulose de eucalipto, é uma das apoiadoras do guia Aves do Brasil: Mata Atlântica do Sudeste, publicação que será lançada nesta segunda-feira (23), pela Wildlife Conservation Society (WCS) e a Editora Horizonte, de autoria de Robert S. Ridgely, John Gwynne, Guy Tudor e Martha Argel.

Com linguagem simples e todo ilustrado, o livro apresenta todas as espécies de aves da região, com ilustrações, mapas de distribuição e textos que permitem sua identificação. Além disso, destaca os ambientes da Mata Atlântica e os desafios para a sua conservação.

A publicação apresenta 927 espécies de aves da Mata Atlântica do Sudeste com ocorrência nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, além do leste de Minas Gerais e sul da Bahia. A maioria das descrições é acompanhada de precisas ilustrações – são mais de 1.300, feitas por renomados artistas especializados em aves, como Guy Tudor, o maior ilustrador de aves sul-americanas. Em suas 418 páginas, o livro traz informações dos ambientes, épocas e altitudes de ocorrência, características físicas, dicas para diferenciação de espécies semelhantes e breves descrições de comportamento e voz.

“Uma parte importante da operação da Fibria, tanto a industrial como a florestal, está localizada no Sudeste brasileiro. Nesse sentido, a proposta do guia está alinhada com o nosso trabalho de preservação e restauração da biodiversidade na Mata Atlântica. Nossas equipes têm registro de mais de 700 espécies de aves habitando as nossas áreas de florestas”, afirma Maria Luiza de Oliveira Pinto e Paiva, diretora de Sustentabilidade, Comunicação e Relações Corporativa da Fibria.

Por ser uma empresa de base florestal, a Fibria busca entender a floresta e cada uma de suas partes, como a água, o solo, as árvores e os animais, que interligam o ciclo de vida local. E as aves são importantes agentes desse equilíbrio ecológico, polinizando as flores, dispersando as sementes e são indicadoras da qualidade do ambiente. Por isso, a Fibria possui programas de conservação da biodiversidade em parcerias com organizações, empresas e universidades que estudam e monitoram aves nos plantios em também em áreas de reserva nativa. No país, a Fibria conta com 967 mil hectares de florestas, sendo 563 mil hectares de florestas plantadas e 343 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental.

O lançamento do livro acontecerá na Livraria Cultura do Conjunto Nacional (Alameda Santos, 2.152 – Loja 122, bairro Bela Vista, São Paulo), com a presença dos autores John Gwynne (EUA), Martha Argel (Brasil) e do editor da versão português, Peter Milko. Mais informações pelo site www.edhorizonte.com.br.

joao-velhoharpiatie-sanguesaira-sete-

 

 

 

 

 

 

 

 

 




Sobre a Fibria

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, à crescente demanda global por produtos oriundos da floresta. Com capacidade produtiva de 5,3 milhões de toneladas anuais de celulose, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas (MS), além de Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso. Em maio de 2015, a Fibria anunciou a expansão da unidade de Três Lagoas, que terá uma nova linha com capacidade produtiva de 1,75 milhão de toneladas de celulose por ano. A previsão é que a nova fábrica comece a operação no quarto trimestre de 2017. A companhia possui 967 mil hectares de florestas, sendo 563 mil hectares de florestas plantadas e 343 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental. A celulose produzida pela Fibria é exportada para mais de 40 países.

 

Mais Informações | FSB Comunicações

Paula Barcellos                               Cindy Correa                                      Fernando Antunes

paula.barcellos@fsb.com.br        cindy.correa@fsb.com.br                  fernando.antunes@fsb.com.br

11 3165-9589                                   11 3165-9570                                        11 3165-9612

 

<< VOLTAR