Contatos das Assessorias de Imprensa

Fleishman HillardNacional
Andrea Donadio
Tel.: (11) 3185 9934
Daniele Camba
Tel.: (11) 3185 9939
Célia Nogueira
Tel.: (11) 3185 9923
Pauta 6 ComunicaçãoES e BA
Rogéria Gomes
Tel.: (27) 3235 6996
Performa ComunicaçãoInterior de SP
Luciana Navarro
Tel.: (67) 3522 9838
(12) 99679 8423
Fernanda Turco
Tel.: (12) 98158 4205
Performa ComunicaçãoMS
Luciana Navarro
Tel.: (67) 9803 7092
Laila Rebecca
Tel.: (12) 99679 8331
(67) 3522 9838
Fernanda Turco
Tel.: (12) 98158 4205

Atualizado em 02.12.2015

MídiaReleases

2 de dezembro de 2015 - Fibria estima investimentos (Capex) de R$ 2,05 bilhões para 2016 durante o 5º Fibria Day, em Nova York (EUA)

Maior produtora global de celulose de eucalipto participa da cerimônia de encerramento do pregão na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE)

São Paulo, 2 de dezembro 2015 – A Fibria, empresa brasileira de base florestal e líder mundial na produção de celulose de eucalipto, apresenta a perspectiva de investimentos da empresa (Capex) para 2016 e estima um valor de R$ 2,05 bilhões (US$ 516 milhões). O montante, que não inclui os investimentos previstos para a ampliação da unidade de Três Lagoas (MS), foi apresentado nesta quarta-feira, durante o 5º Fibria Day, encontro anual entre analistas de mercado, investidores e os principais executivos da empresa na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE).

Em decorrência da taxa de câmbio (Real x Dólar) e de esforços de racionalização de custos, o Capex da companhia realizado em 2015 será de US$ 584 milhões.

Em Nova York, os executivos da Fibria participam ainda da cerimônia de encerramento do pregão, tocando a tradicional campainha (“Closing Bell”) ao lado de representantes da NYSE. Pela Fibria, participam o presidente, Marcelo Castelli, o diretor de finanças e relações com investidores, Guilherme Cavalcanti, o diretor comercial e de logística internacional, Henri Philippe Van Keer, entre outros membros da administração.

“Fizemos bem o nosso dever de casa e agora estamos colhendo os frutos. Desde o nosso último encontro com os analistas e investidores em Nova York, no ano passado, reduzimos a nossa alavancagem de 2,52 vezes para 1,58 vezes, conquistamos o grau de investimentos das agências Moody’s e Standard & Poor’s, anunciamos a expansão da unidade de Três Lagoas, com investimento de R$ 8,7 bilhões (equivalente a US$ 2,2 bilhões) e aumentamos a receita líquida da Fibria em 60%”, afirma Marcelo Castelli.

O CEO da Fibria destacou também a aprovação, no dia 30 de novembro, em Assembleia Geral Extraordinária dos acionistas, da distribuição de R$ 2 bilhões em dividendos. Entre as razões que motivaram a decisão da companhia para a proposta estão o baixo nível de alavancagem, sua forte geração de caixa, o baixo custo médio da dívida e o fato de que o funding (estrutura de financiamento) do projeto Horizonte 2 já está equacionado.

 

Projeto Horizonte 2 – ampliação da unidade de Três Lagoas (MS)

Um dos destaques apresentados pela Fibria foi o Projeto Horizonte 2, um dos maiores investimentos privados do Brasil com foco em exportação, com recursos totais de R$ 8,7 bilhões (cerca de US$ 2,2 bilhões) e que ampliará a capacidade de produção de sua Unidade de Três Lagoas (MS). Do Capex total previsto para o projeto, 60% será desembolsado em 2016. Cerca de 30% do volume total dos recursos para Horizonte 2 – o equivalente a R$ 2,6 bilhões – virão da forte geração de caixa da Fibria, que vem registrando recordes operacionais consistentes.

As obras de ampliação em Três Lagoas, no estado do Mato Grosso do Sul, já começaram e seguem dentro do cronograma, com previsão de a fábrica entrar em operação no último trimestre de 2017. O projeto irá gerar, ao longo das obras, 40 mil postos de trabalho. Ao final do projeto, 3 mil postos de trabalho serão criados, entre diretos e indiretos.

 

Grau de Investimento

Em 2015, a Fibria teve elevado seu rating para grau de investimento pelas agências Moody’s e Standard & Poor’s, que se juntaram à Fitch Ratings que já havia concedido a mesma nota de crédito no ano anterior. De acordo com relatório da Moody’s, divulgado em novembro deste ano, a elevação para o grau de investimento reflete principalmente a disciplina financeira da Fibria com sua capacidade de reduzir consistentemente seus índices de alavancagem, enquanto mantém uma sólida posição de liquidez.

Outro fator destacado pela Moody’s sobre a decisão de elevar o rating da Fibria foi a perspectiva de investimento na expansão do complexo industrial de Três Lagoas com a preservação do nível de endividamento compatível com o patamar de rating Grau de Investimento.

 

Sobre a Fibria

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, à crescente demanda global por produtos oriundos da floresta. Com capacidade produtiva de 5,3 milhões de toneladas anuais de celulose, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas (MS), além de Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso. A companhia possui 967 mil hectares de florestas, sendo 563 mil hectares de florestas plantadas e 343 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental. A celulose produzida pela Fibria é exportada para mais de 40 países. Em maio de 2015, a Fibria anunciou a expansão da unidade de Três Lagoas, que terá uma nova linha com capacidade produtiva de 1,75 milhão de toneladas de celulose por ano, e entra em operação no quarto trimestre de 2017.

 

Mais Informações | FSB Comunicações

Paula Barcellos                            Cindy Correa                                     Fernando Antunes

paula.barcellos@fsb.com.br        cindy.correa@fsb.com.br                  fernando.antunes@fsb.com.br

11 3165-9589                                11 3165-9570                                      11 3165-9612

 

<< VOLTAR