Contatos das Assessorias de Imprensa

Fleishman HillardNacional
Andrea Donadio
Tel.: (11) 3185 9934
Daniele Camba
Tel.: (11) 3185 9939
Cel.: (11) 95500 5651
Célia Nogueira
Tel.: (11) 3185 9923
Cel.: (11) 98999 0069
Pauta 6 ComunicaçãoES e BA
Rogéria Gomes
Tel.: (27) 3235 6996
Performa ComunicaçãoInterior de SP
Luciana Navarro
Tel.: (67) 3522 9838
(12) 99679 8423
Fernanda Turco
Tel.: (12) 98158 4205
Performa ComunicaçãoMS
Luciana Navarro
Tel.: (67) 9803 7092
Laila Rebecca
Tel.: (12) 99679 8331
(67) 3522 9838
Fernanda Turco
Tel.: (12) 98158 4205

Atualizado em 02.05.2016

MídiaReleases

2 de maio de 2016 - Fibria conclui campanha de dragagem de acesso ao Canal do Tomba em Caravelas (BA)

terminal-de-caravelasCaravelas (BA) – A Fibria finalizou no mês de março a dragagem do acesso ao Canal do Tomba, localizado em Caravelas (BA), que faz a ligação entre o Terminal Marítimo de Barcaças da empresa e o mar aberto. A operação restabeleceu a profundidade, reduzindo restrições de navegação e garantindo a segurança das embarcações que circulam pelo local. Iniciada em dezembro no ano passado, a atividade consistiu na retirada de sedimentos depositados no fundo do canal, por meio da utilização de uma embarcação específica para esse tipo de serviço.

O destaque da operação foi a implantação de um novo traçado de navegação, que aproveitou a curvatura natural da desembocadura do Rio Caravelas. “O novo traçado contribuiu para reduzir em 50% a área a ser dragada”, destaca Lucas Bozolan Mendes, coordenador de Logística da Fibria na Bahia. Ele também salientou que as atividades de dragagem demandaram a contratação direta de 58 trabalhadores da comunidade de Caravelas, contribuindo para movimentar a economia local.

O Terminal Marítimo de Barcaças de Caravelas teve sua operação iniciada em março de 2003. Foi construído para levar madeira do sul da Bahia até o Terminal de Barcaças de Barra do Riacho, em Aracruz (ES), que fica próximo à unidade industrial de celulose da Fibria. A dragagem anual do canal de acesso ao Terminal normalmente ocorre no período de novembro a março e tem como objetivo manter as condições de navegabilidade. A dragagem também beneficia embarcações de pesca e de turismo que circulam pela região.

Desde a implantação do canal de acesso, a atividade é licenciada pelo Ibama. Atualmente, a Fibria conta com licença para Dragagem de Manutenção, que apresenta uma lista de condições para que a atividade possa ser realizada. A Licença Ambiental foi renovada pelo Ibama em 2015.

A Fibria realiza uma série de monitoramentos e programas ambientais, com o objetivo de verificar possíveis impactos ocasionados pela atividade de dragagem. Além de aspectos relacionados à qualidade da água, ondas, correntes, turbidez e perfil de praia, são monitorados o banco camaroneiro e desembarque pesqueiro, o boto-cinza, os recifes de coral e outros componentes biológicos. Também são executados programas de educação ambiental e comunicação social relacionados às atividades de dragagem, incluindo o Programa de Capacitação dos Trabalhadores.

Em 2015, a Fibria realizou a revisão dos escopos dos monitoramentos ambientais, de forma a proporcionar a melhoria continua do processo. Como destaque, houve a ampliação do monitoramento de turbidez da água, que passou a ser realizado em 66 estações de monitoramento, abrangendo a área costeira entre os municípios de Caravelas e Nova Viçosa, no sul da Bahia.

A Fibria também participa da Comissão de Acompanhamento da Dragagem, que reúne organizações não-governamentais locais, representantes dos pescadores/marisqueiros e representantes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). “Esse fórum de discussão permite a troca de informações e apresentação de dados sobre a atividade, dando total transparência às ações executadas pela Fibria”, destaca Diomar Biasutti, consultor corporativo de Licenciamento Ambiental da empresa.

 

<< VOLTAR