Contatos das Assessorias de Imprensa

Fleishman HillardNacional
Andrea Donadio
Tel.: (11) 3185 9934
Daniele Camba
Tel.: (11) 3185 9939
Célia Nogueira
Tel.: (11) 3185 9923
Pauta 6 ComunicaçãoES e BA
Rogéria Gomes
Tel.: (27) 3235 6996
Performa ComunicaçãoInterior de SP
Luciana Navarro
Tel.: (67) 3522 9838
(12) 99679 8423
Fernanda Turco
Tel.: (12) 98158 4205
Performa ComunicaçãoMS
Luciana Navarro
Tel.: (67) 9803 7092
Laila Rebecca
Tel.: (12) 99679 8331
(67) 3522 9838
Fernanda Turco
Tel.: (12) 98158 4205

Atualizado em 16.01.2017

MídiaReleases

3 de janeiro de 2017 - Fibria capta R$ 1,25 bilhão com emissão de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA)

São Paulo, 03 de janeiro de 2017 – A Fibria, líder mundial na produção de celulose de eucalipto, publica hoje (03/01) o aviso de encerramento da operação de emissão de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA), que contou com a subscrição e a integralização do valor total de R$ 1,25 bilhão.

A Fibria emitiu duas séries de Certificados de Recebíveis do Agronegócio: uma série de cinco (5) anos (com vencimento em 2022), com volume de R$ 755,771 milhões e taxa de 99% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário); e uma série de sete (7) anos (vencimento em 2023), com volume de R$ 494,229 milhões e taxa de IPCA + 6,1346% ao ano. A emissão do CRA teve como lastro notas de crédito à exportação (NCEs) devidas pela companhia.

“Finalizamos nossa quarta operação de CRA e atingimos um volume de captação expressivo no mercado, o que mostra que a confiança dos investidores na Fibria continua em alta. Seguimos capitalizados e com o caixa robusto para 2017”, afirma Guilherme Cavalcanti, diretor de Finanças e Relações com Investidores da Fibria.

A captação tem como objetivo financiar as atividades da Fibria vinculadas ao agronegócio, assim como a produção e a comercialização no âmbito do programa de exportação da celulose da empresa.

A emissão do CRA da Fibria, coordenada pelos bancos Itaú BBA, Bradesco, Banco do Brasil, Banco Votorantim e Santander, foi classificada com nota brAAA pela agência de riscos Standard & Poor´s (S&P).

<< VOLTAR