Contatos das Assessorias de Imprensa

Fleishman HillardNacional
Andrea Donadio
Tel.: (11) 3185 9934
Daniele Camba
Tel.: (11) 3185 9939
Célia Nogueira
Tel.: (11) 3185 9923
Pauta 6 ComunicaçãoES e BA
Rogéria Gomes
Tel.: (27) 3235 6996
Performa ComunicaçãoInterior de SP
Luciana Navarro
Tel.: (67) 3522 9838
(12) 99679 8423
Fernanda Turco
Tel.: (12) 98158 4205
Performa ComunicaçãoMS
Luciana Navarro
Tel.: (67) 9803 7092
Laila Rebecca
Tel.: (12) 99679 8331
(67) 3522 9838
Fernanda Turco
Tel.: (12) 98158 4205

Atualizado em 24.11.2016

MídiaReleases

24 de novembro de 2016 - Fibria apoia rota de turismo rural em São Luiz do Paraitinga (SP)

2A estratégia de investimento social da Fibria, líder mundial na produção de celulose de eucalipto, é baseada em um processo estruturado de relacionamento e engajamento com as comunidades onde atua. O objetivo é promover o desenvolvimento social por meio da capacitação técnica e geração de renda. Dessa forma, desde 2013 a Fibria desenvolve o PDRT – Programa Desenvolvimento Rural e Territorial, com os pequenos agricultores rurais do bairro Mato Dentro, em São Luiz do Paraitinga (SP). A implantação da rota de turismo rural como parte das ações do PDRT, segue uma metodologia, na qual a vocação da comunidade prevalece, para fortalecimento das associações.

Conhecida como um dos últimos redutos caipiras, a cidade evidencia sua cultura com inúmeras manifestações populares: músicas, danças, culinária, além do lindo cenário arquitetônico. Com a presença de pousadas e pontos históricos, o bairro Mato Dentro está inserido na rota de turismo da região desde 2011, com a coordenação da Associação Rural do Bairro Mato Dentro. E ganhou ainda mais apoio dos agricultores a partir dos trabalhos realizados com o PDRT. O roteiro que foi desenhado proporciona aos visitantes uma experiência sobre a vivência do homem no campo.

 

Com o apoio da assessoria técnica especializada, a rota foi mapeada e sinalizada, de modo que os agricultores pudessem mostrar suas hortas. “Os legumes e hortaliças são produzidos com a técnica de agroecologia, que considera a adequação da propriedade a partir do manejo sustentável, sem o uso de agrotóxicos. Além disso, os agricultores também oferecem refeições e doces caseiros aos visitantes”, disse o consultor de Sustentabilidade da Fibria, Adriano Martins.

5

4

Comidas da culinária caipira como galinha caipira ao molhorequeijão de prato e o famoso “afogado” são pratos de São Luiz do Paraitinga (SP) que, certamente, dão água na boca, só de pensar, e fazem parte do roteiro.

 

Na região, treze famílias são beneficiadas pelo PDRT e sete participam da rota de turismo. “Depois que passamos a receber os grupos de visitantes, as vendas aumentaram bem, e o fruto do nosso trabalho passou a ser mais apreciado”, disse Maria Aparecida Teodoro dos Santos, de 56 anos, popularmente conhecida como “Cidinha”, que cultiva legumes e hortaliças junto c om o marido, Orlando Mariano dos Santos, de 65 anos.

 

3

 

Outras instituições da região apoiam o PDRT e a Rota Turística em São Luiz do Paraitinga, como a CATI – Coordenadoria de Assistência Integral, o Sebrae e o Corredor Ecológico do Vale do Paraíba.

 

De acordo com a Ong Akarui, assistência técnica responsável pela execução do PDRT no Vale do Paraíba, até outubro deste ano as vendas dos produtores agroecológicos, nessa região resultaram em cerca de R$ 110 mil.

 

Para quem quiser passar um dia no campo

A associação realiza visitas monitoradas para grupos entre dez e trinta e cinco pessoas. O roteiro possui diferentes opções de atividades e contempla hospedagem, alimentação e transporte. As reservas podem ser feitas pelo e-mail armatodentro@gmail.com.

1 

Sobre o PDRT

 

O Programa busca o desenvolvimento local, fortalecendo as associações comunitárias e priorizando a capacitação técnica na cadeia produtiva, a fim de gerar renda e contribuir com a melhoria da qualidade de vida das famílias.

Com o PDRT, os agricultores podem comercializar os produtos em feiras livres e também fornecer alimentos para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). “A Fibria quer que as comunidades onde possui operações se tornem autossustentáveis, por meio de programas e projetos que potencializem a vocação regional, para que tenham melhor qualidade de vida”, afirma o gerente-geral de Sustentabilidade da Fibria, Fausto Camargo.

 

Sobre a Fibria

 

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, à crescente demanda global por produtos oriundos da floresta. Com capacidade produtiva de 5,3 milhões de toneladas anuais de celulose, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas (MS), além de Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso. A companhia possui 969 mil hectares de florestas, sendo 568 mil hectares de florestas plantadas, 338 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental e 63 mil hectares destinados a outros usos. A celulose produzida pela Fibria é exportada para mais de 40 países. Em maio de 2015, a Fibria anunciou a expansão da unidade de Três Lagoas, que terá uma nova linha com capacidade produtiva de 1,95 milhão de toneladas de celulose por ano, e entra em operação no quarto trimestre de 2017.

 

Informações à Imprensa:

Performa Comunicação

Luciana Navarro | luciana.navarro@performa.com.br | 12 9 9679-8423

Fernanda Turco | fturco@performa.com.br | 12 9 8158.4205

 

 

<< VOLTAR