Fibria patrocina livro ‘Remanescentes da Mata Atlântica – as grandes árvores da floresta original e seus vestígios’ – Fibria

Fibria patrocina livro ‘Remanescentes da Mata Atlântica – as grandes árvores da floresta original e seus vestígios’

Lançamento acontece nesta terça-feira, 27 de novembro, no Museu da Casa Brasileira

Publicação registra as maiores árvores da Mata Atlântica e sua história

 

Foto: Cassio Vasconcelos

 

São Paulo, 26 de novembro de 2018 – A Fibria, empresa brasileira e líder mundial em celulose de eucalipto a partir de florestas plantadas, é patrocinadora do livro ‘Remanescentes da Mata Atlântica – as grandes árvores da floresta original e seus vestígios’, escrito pelo botânico e paisagista Ricardo Cardim, publicado pela Editora Olhares. O lançamento acontece no dia 27 de novembro (terça-feira), às 19h, no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo, com entrada gratuita.

A publicação apresenta as maiores árvores que ainda são encontradas na Mata Atlântica, em diâmetro e altura. Para fazer esse levantamento, Ricardo Cardim, o fotógrafo Cássio Vasconcellos e o também botânico Luciano Zandorá realizaram seis expedições, nas quais percorreram 12,5 mil quilômetros entre Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Espirito Santo, Bahia e Alagoas. Os registros dessa empreitada estão presentes no livro.

Com mais de 1 milhão de hectares de florestas plantadas, a Fibria possui 374 mil hectares de áreas de preservação e conservação, incluindo áreas de Mata Atlântica. Entres essas áreas estão três Reservas Particulares do Patrimônio Natural com remanescentes significativos de ecossistemas ameaçados que contribuem para a estratégia de conservação do Corredor Central da Mata Atlântica estabelecido pelo Ministério do Meio Ambiente. Eles também são três das nossas dezesseis Áreas de Alto Valor de Conservação (HCV) reconhecidas pelos aspectos de biodiversidade.

“A Fibria é patrocinadora desse projeto desde o início, da expedição ao livro, pois acreditamos que as florestas plantadas são aliadas importantes para a preservação das matas e das espécies nativas. Em todas essas áreas realizamos a formação de corredores ecológicos e colheita escalonada das árvores que plantamos especificamente para a produção de celulose de forma a minimizar eventuais impactos. Essa abordagem leva em consideração os resultados de inúmeros estudos e também do monitoramento da fauna e flora, que seguem as diretrizes do plantio em mosaico, intercalando as áreas cultivadas com eucalipto com a preservação e a restauração das matas nativas”, diz o presidente da Fibria, Marcelo Castelli.

Além da Fibria, também são patrocinadores do livro Reservas Votorantim, Avenues, Viveiro Fábrica de Árvores e Café Orfeu.

SERVIÇO:

Lançamento do livro “Remanescentes da Mata Atlântica – as grandes árvores da floresta original e seus vestígios”

27 de novembro, terça-feira, às 19h

Gratuito

Editora Olhares

340 págs. R$150

Local: Museu da Casa Brasileira

Av. Faria Lima, 2.705 – Jd. Paulistano

Tel.: (11) 3032.3727

 

Sobre a Fibria

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, à crescente demanda global por produtos a partir da floresta plantada. Com capacidade produtiva de 7,25 milhões de toneladas de celulose por ano, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas (MS), além de Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso. A companhia possui 1,092 milhão de hectares de florestas, sendo 656 mil hectares de florestas plantadas, 374 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental e 61 mil hectares destinados a outros usos. A celulose produzida pela Fibria é exportada para mais de 35 países e matéria-prima para produtos de educação, saúde, higiene e limpeza. Saiba mais em www.fibria.com.br

 

Mais informações | FleishmanHillard

Assessoria de imprensa – Fibria 

Andrea Donadio

(11) 3185-9934

andrea.donadio@fleishman.com.br

Célia Nogueira

(11) 3185-9923

celia.nogueira@fleishman.com.br