Fibria doa três motocicletas para auxiliar a Prefeitura de Três Lagoas (MS) no combate à dengue

Veículos serão utilizados por agentes da Secretaria Municipal de Saúde em rondas para verificar as 305 armadilhas de mosquitos espalhadas pela cidade

Três Lagoas, 06 de julho de 2018 – A Fibria, empresa brasileira e líder mundial na produção de celulose de eucalipto a partir de florestas plantadas, doou três motocicletas para a Prefeitura de Três Lagoas (MS), com o objetivo de utilização dos veículos no combate à dengue, em rondas semanais realizadas por equipes da Secretaria Municipal de Saúde.

A doação faz parte da estratégia de investimento social da Fibria nas cidades em que atua e vem incrementar a parceria com a Prefeitura de Três Lagoas no combate a dengue. A parceria teve início em 2007, durante a construção da fábrica da Fibria em Três Lagoas. Na época, estudos apontaram que havia risco de uma nova epidemia de dengue na cidade. A partir do diagnóstico, a Fibria pesquisou soluções e implantou, em parceria com a Prefeitura, a tecnologia desenvolvida pelo Departamento de Parasitologia do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), chamada de Monitoramento Inteligente (M.I.) Aedes.

“Essa parceria de longa data tem trazido resultados importantes que auxiliam o planejamento de combate à dengue feito pela Secretaria de Saúde. Os dados são transmitidos com agilidade e as equipes podem concentrar esforços em áreas de maior risco de incidência do mosquito, conscientizando e trazendo segurança à população”, diz o gerente-geral Industrial da Fibria, Maurício Miranda.

O M.I. Aedes utiliza armadilhas para captura demosquito aedes aegypti – que é vetor da Dengue, Zika e Chinkungunya. Em Três Lagoas, as “mosquitrap” – como são chamadas as armadilhas – estão distribuídas a cada 300 metros e são vistoriadas semanalmente. “O número de capturas em cada armadilha fornece dados sobre a população do vetor, que são enviadas para a central de dados via satélite, por meio de dispositivos móveis. Dessa forma, as equipes agem de forma estratégica para conter os focos naquela região e assim, evitar a proliferação do mosquito pela cidade”, diz Ricardo Trevizan Perez, coordenador de saúde da Fibria.

As informações recebidas também constituem uma base de dados, onde estão disponíveis os mapas de infestação, tabelas de incidência por bairros, relatórios de plano de ação para controle, além da área de gestão de equipe e insumos.

Sobre a Fibria

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, à crescente demanda global por produtos a partir da floresta plantada. Com capacidade produtiva de 7,25 milhões de toneladas de celulose por ano, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas (MS), além de Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso. A companhia possui 1,092 milhão de hectares de florestas, sendo 656 mil hectares de florestas plantadas, 374 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental e 61 mil hectares destinados a outros usos. A celulose produzida pela Fibria é exportada para mais de 35 países e matéria-prima para produtos de educação, saúde, higiene e limpeza. Saiba mais em www.fibria.com.br

Informações à Imprensa:

Performa Comunicação

Luciana Navarro | luciana.navarro@performa.com.br | 12 9 9679-8423

Fernanda Turco | fturco@performa.com.br | 12 98158.4205