Fibria apresenta resultados do Programa Colmeias em evento de aniversário do Centro de Estudos Apícolas da UNITAU – Fibria

Fibria apresenta resultados do Programa Colmeias em evento de aniversário do Centro de Estudos Apícolas da UNITAU

Iniciativa terá seminário, feira de produtos apícolas, visitas técnicas e minicursos entre os dias 24 e 27 de outubro, em Taubaté (SP)

Taubaté, 23 de outubro de 2018 – A Fibria, empresa brasileira líder mundial na produção de celulose de eucalipto a partir de florestas plantadas, apresentará os bons resultados obtidos em 15 anos de atividades do Programa Colmeias durante o evento de comemoração aos 30 anos do CEA (Centro de Estudos Apícolas) da UNITAU (Universidade de Taubaté), entre os dias 24 e 27 de outubro.

A comemoração será marcada por uma ampla programação, que inclui seminários, feira de produtos apícolas, visitas técnicas e minicursos. A iniciativa é fruto da parceria dos representantes do APL (Arranjo Produtivo Local) formado pela Fibria, UNITAU, CATI (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral), SEBRAE-SP (Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas) e COAPVALE (Cooperativa Agropecuária do Vale do Paraíba).

O gerente-geral de Sustentabilidade da Fibria, Fausto Camargo, fará palestra sobre o Programa Colmeias no dia 25/10, às 10h30, no Seminário de Apicultura. No dia 26/10, a Fibria marca presença em duas mesas redondas a partir das 14h: o técnico do Colmeias, Arno Wieringa participa de debate sobre apiculturismo e manejo produtivo em eucaliptos, ao lado de outros dois técnicos do Programa, o engenheiro agrônomo Paulo Forte (ESALQ/USP) e o especialista em apicultura Danilo Peranovich (UNITAU).

“Este é o maior evento sobre apicultura do interior de São Paulo e uma ótima oportunidade para fazer um balanço dos 15 anos do Colmeias, iniciativa que trouxe melhorias nas condições econômicas e socioambientais da comunidade. O Programa mudou a forma de atuação dos produtores da região, desde a organização e manejo até a comercialização. Foram muitas conquistas e aprendizados, que merecem ser compartilhados”, afirma Fausto Camargo.

Além do seminário, umas das atrações é a Feira de Produtos Apícolas, de 24 a 26 de outubro. A ação é outra conquista dos produtores que participam do Colmeias e do APL (Arranjo Produtivo Local), que vão expor seus produtos representando oito associações do Vale do Paraíba (SP). Além do mel, os expositores trarão opções de doces, cera, cosméticos, vestuário, acessórios e equipamentos para produção e proteção.

Os participantes do evento também poderão conferir os avanços dos apicultores locais em visitas técnicas a um modelo de apicultura familiar, em Redenção da Serra (SP), e ao meliponário modelo, em Natividade da Serra (SP), no dia 27/10.

Os interessados em obter mais informações sobre apicultura ainda terão uma agenda de minicursos no dia 24. As atividades abordarão temas como meliponicultura, apicultura orgânica, produção de abelhas rainhas, pólen e reconhecimento de pragas.

O Programa Colmeias

Com o intuito de fortalecer a apicultura e fomentar o desenvolvimento da cadeia apícola, o Programa tem conquistado índices significativos e cada vez mais progressivos na produção de mel e ajudou a fortalecer o APL. Atualmente, 94 apicultores de São Luiz do Paraitinga, Redenção da Serra, Santa Branca, Cunha, Monteiro Lobato, São José dos Campos, Guararema e Taubaté participam da iniciativa na região do Vale do Paraíba.

Em 2017, a produção de mel atingiu a marca de 31 toneladas. O número se equipara à média nacional, ou seja, cerca de 17 quilos de mel por colmeia. Em 2016, a produção foi de 21 toneladas.

Entre os destaques, nesses 15 anos de história, está a conquista da COAPVALE, localizada em Taubaté (SP), que recebeu cerca de R$ 290 mil, como resultado da venda de mel para o PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), em 2016.

O foco atual é promover o incremento de tecnologias de baixo impacto ambiental que agreguem valor à cadeia produtiva, como a rastreabilidade do mel e o melhoramento genético das colônias de abelhas, além de apoiar os produtores na inserção do mel em novos mercados.

 

Evento Comemorativo dos 30 Anos do Centro de Estudos Apícolas (CEA)

Data: 24 a 27 de outubro

Local: Departamento de Ciências Agrárias da UNITAU (Estrada Municipal Prof. Dr. José Luís Cembraneli, 5.000, Jardim Sandra Maria – Taubaté)

A programação completa do evento pode ser consultada em www.agro.unitau.br/cea30anos

Principais marcos do Programa Colmeias na região do Vale do Paraíba (SP)

2015

2016

2017

2018

 

Sobre a Fibria

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, à crescente demanda global por produtos a partir da floresta plantada. Com capacidade produtiva de 7,25 milhões de toneladas de celulose por ano, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas (MS), além de Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso. A companhia possui 1,056 milhão de hectares de florestas, sendo 633 mil hectares de florestas plantadas, 364 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental e 59 mil hectares destinados a outros usos. A celulose produzida pela Fibria é exportada para mais de 35 países e matéria-prima para produtos de educação, saúde, higiene e limpeza. Saiba mais em www.fibria.com.br

 

Informações à Imprensa:

Performa Comunicação

Luciana Navarro | luciana.navarro@performa.com.br | 12 9 9679-8423

Fernanda Turco | fturco@performa.com.br | 12 98158-4205