Fibria amplia movimentação de madeira por ferrovia

Aracruz (ES), 5 de setembro de 2018 – Utilizar diferentes modais de transporte para abastecer de madeira sua unidade industrial, localizada em Aracruz (ES), faz parte da estratégia da Fibria para assegurar sua eficiência operacional. A empresa acaba de concluir o projeto de construção da pera ferroviária localizada no pátio de madeira da Unidade Aracruz, o que vai agilizar a descarga e movimentação das composições e permitir ampliar em mais de 65% o volume de madeira que chega pelos trilhos, até o final de 2018.

Com a nova pera ferroviária, a Fibria passará a receber 25 composições de vagões por mês, contra 15 que recebe atualmente, oriundos da região de Sete Lagoas (MG). O número de vagões envolvidos nesse transporte passará dos atuais 330 para 508. A pera ferroviária é uma espécie de rotatória que permite inverter a direção de uma composição de maneira mais rápida e prática. A linha que compõe a pera ferroviária tem 718 metros de comprimento.

Com o aumento do volume de madeira transportado por ferrovia, este modal ganha mais representatividade na matriz de transportes da Fibria. Até o final de 2018, a madeira que chega de trem vai responder por quase 13% da matriz de transportes, o que é quase o dobro do desempenho de 2017, quando a fatia do transporte ferroviário foi de 7%. Para 2019, as projeções são ainda mais positivas: a fatia do modal ferroviário na matriz de transportes deve chegar a 17%.

Luiz Geraldo Micheletti Goessler, gerente de Logística Florestal da Fibria, enfatiza que o transporte de madeira por ferrovia entre a região de Sete Lagoas (MG) e a Fibria, em Aracruz (ES), vem sendo fundamental para assegurar custos logísticos competitivos no abastecimento de madeira para a Unidade Aracruz.

Ao todo, a Fibria já investiu mais de R$ 10 milhões no sistema de transporte ferroviário de madeira, incluindo reforma de vagões e a construção da pera ferroviária. A atividade conta com a parceria da VLI Multimodal, que faz a operação. A nova pera ferroviária começou a operar no dia 27 de agosto.

 

Sobre a Fibria

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, à crescente demanda global por produtos a partir da floresta plantada. Com capacidade produtiva de 7,25 milhões de toneladas de celulose por ano, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas (MS), além de Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso. A companhia possui 1,092 milhão de hectares de florestas, sendo 656 mil hectares de florestas plantadas, 374 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental e 61 mil hectares destinados a outros usos. A celulose produzida pela Fibria é exportada para mais de 35 países e matéria-prima para produtos de educação, saúde, higiene e limpeza. Saiba mais em www.fibria.com.br